“Do pó ao pó”

(Esses dias acordei com vontade de escrever e deu no que deu…)

“Pillars of creation”: os chamados “Pilares da criação” são imensas nuvens de poeria e hidrogênio gasoso que fazem parte da Nebulosa da Águia. O maior pilar (da esquerda) tem 4 mil anos luz da base ao topo, algo em torno de 3,78×10^16 km! (imagem: J. Hester & P. Scowen, STScI, ESA, NASA)

“Do pó ao pó”

Antes que alguém tire conclusões precipitadas, não, não se trata de um texto religioso. Escolhi essa frase como título porque ela me remete ao fato de que tudo o que existe, inclusive nós – especialíssimos “homo sapiens sapien”, temos a mesma origem.

Essa tela para a qual você está olhando agora e a cadeira na qual se senta são feitos do mesmo tipo de matéria que eu, ou você, duplamente sapientes. “Todo mundo já foi estrela um dia.”1 Por mais que tenhamos tentado nos convencer de que somos independentes e que podemos controlar o mundo, nos vemos cada dia mais cercados por problemas que vão muito além do aquecimento global. Porque não é o mundo que está doente, é a humanidade.

Quando deixamos de nos perceber e agir como parte de um sistema muito maior e, portanto, complexo. Quando negamos o que está em nossa essência, causamos uma perturbação mínima, mas suficiente para, num sistema muito grande, causar efeitos totalmente imprevisíveis. Até mesmo os sistemas criados pelo homem e os quais, cria-se, podíamos controlar mostraram-se incontroláveis. Estão aí as crises, doenças da economia, e as guerras, doenças da sociedade, para mostrar que somos apenas carbono, hidrogênio e oxigênio com alguns impulsos elétricos.

Claro, se você acredita que somos mais do que isso, que existe algo superior que está além de nossa compreensão, então retornemos ao princípio de tudo: “No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.” (Gn 3,19).

1Título de uma matéria da revista Superinteressante sobre a origem dos elementos que compõem o universo. http://super.abril.com.br/ciencia/todo-mundo-foi-estrela-dia-437422.shtml