Semana da Mobilidade Urbana – 16 a 22 de setembro

Boa tarde amigos!

 

 

Ontem teve início a Semana da Mobilidade Urbana que contará com programação  especial em várias cidades por todo o país para fazer com que as pessoas reflitam um pouco mais sobre essa questão. O encerramento será no dia 22 de setembro, sábado, quando é comemorado o Dia Mundial Sem Carro.

Você sabia que o paulistano perde ,em média, 2h40min no trânsito todos os dias? (Fonte: Rede Nossa São Paulo). Tempo esse que poderia ser melhor aproveitado assistindo um filme, trabalhando, ou simplesmente, ficando em casa com a família! E o pior é que não é apenas tempo que se perde mas, também, qualidade de vida.

Sempre que o assunto é trânsito nos lembramos logo da cidade de São Paulo, mas vale ressaltar que essa é uma questão que deve ser discutida por todo o país, afinal, os meios de transporte são parte crucial da definição do país que queremos. Principalmente nas pequenas e médias cidades, onde ainda há tempo para se pensar sobre qual a melhor alternativa para se desenvolver com sustentabilidade, optar pelo favorecimento de meios de transporte alternativos e coletivos é uma excelente ideia.

Poderíamos começar pensando em andar mais de bicicleta!  Segundo a Associação Médica Britânica, os benefícios de andar de bicicleta superam os riscos numa proporção de 20 para 1. Entre os benefícios podemos citar que pedalar 3h por semana diminui o risco de problemas no coração pela metade e os ciclistas regulares tem um preparo físico que pode se igualar ao de uma pessoa até 10 anos mais nova! (Fonte: Cicle) Sem contar os quilinhos perdidos e o dinheiro economizado com estacionamento, gasolina, academia e medicamentos já que praticar exercícios físicos melhora também a saúde. Mas não são apenas as bicicletas que podem ser utilizadas como meio alternativo, saudável e mais sustentável de transporte. Tem também o patins, o skate…use a criatividade!

Outra alternativa interessante é a “carona solidária“. Tanto para quem quem se locomover dentro das cidades (para ir ao trabalho, por exemplo), como para quem viaja regularmente – como é o caso de muitos estudantes que moram fora (como eu!). Além de “rachar a gasolina” você ainda contribui para diminuir as emissões per capita de dióxido de carbono e, de quebra, faz mais amizades.

Então, que tal se essa semana tentássemos utilizar meios mais eficientes de transporte?

 

Abraços!