Trabalho e interação com cachorros: uma combinação que pode dar certo

 

 

Quem me conhece ao menos um pouquinho sabe do meu amor pelos cachorros. Goste de vários tipos de animais, mas os cães são meu ponto fraco. Por isso, adorei esse release. Seria bom se mais empresas adotassem essa iniciativa. Com certeza os ambientes de trabalho, geralmente tão envolvidos em atmosferas estressantes, ficariam mais leves e alegres.

 

ANIMAIS NO AMBIENTE DE TRABALHO CONTRIBUEM PARA AUMENTO DA PRODUTIVIDADE

 Empresas brasileiras já apostam na presença de animais no trabalho como forma de harmonizar o ambiente. Uma consultoria de comunicação no bairro de Pinheiros, em São Paulo, adotou Tom e Bill, dois filhotes de uma pastora alemã. Hoje, já adultos, os cães fazem a segurança da empresa e a alegria dos profissionais que integram o LINK Team.

 

 

Bill Querubim, o guardião da casa, tem um temperamento forte e mais feroz.  
 

Eles fazem a maior bagunça: se divertem, correm, sujam, quebram, fazem barulho, dão trabalho. Mas onde quer que estejam fazem aflorar os mais belos sentimentos dos seres humanos. Você certamente já deve ter uma ideia do que se trata: cães, gatos, peixes, pássaros e, em alguns casos, até animais exóticos, são capazes de trazer alegria e equilíbrio para dentro de casa e, agora também no ambiente de trabalho, minimizando as situações de grande estresse profissional.

Um estudo realizado pela Universidade Central de Michigan, nos EUA, mostrou que a presença de cachorros altera o comportamento das pessoas, pois elas se sentem mais felizes. Tendo em vista essa e outras pesquisas focadas na influência dos “bichinhos” nas vidas humanas, as corporações mais modernas, cada vez mais, permitem essa integração homem-animal no ambiente de trabalho.

Nos Estados Unidos, uma em cada cinco companhias autoriza que os empregados levem seus pets para o escritório. A crença dos norte-americanos sobre a presença dos animais de estimação para trazer felicidade tem ganhado força ao ponto de celebrarem o “Dog Day” (Dia do Cachorro), em 25 de junho, quando os funcionários são autorizados a terem no trabalho a companhia de seu animal de estimação.

No Brasil, algumas empresas já têm aberto as suas portas para que esses bichinhos façam parte do quadro funcional. Assim, os brasileiros passam também a usufruir do benefício de ter um animal ao seu lado no ambiente profissional. Tom e Bill são dois cães grandes que dão expediente diariamente na consultoria LINK Portal da Comunicação. Foram contratados como seguranças, mas fazem muito mais que isso, tornaram-se companheiros inseparáveis do time de executivos da empresa e ajudam a elevar o rendimento  das atividades.

Tom e Bill são nossos guardiões, nossos anjos de rabo. Além disso, eles humanizam o nosso local de trabalho, diminuem a tensão do dia a dia da empresa e tornam o ambiente mais próximo do familiar entre os colaboradores e isso contribui para que tudo fique mais tranquilo, mais harmonioso”, afirma Clarice Pereira, coordenadora da LINK Portal

Ela conta que os cachorros apresentam características de personalidades totalmente diferentes, apesar de serem provenientes da mesma ninhada. Billtem um temperamento mais forte e feroz, enquanto que Tom é mais hiperativo e brincalhão. Erick Paytl, estudante de jornalismo, conta que foi uma surpresa para ele encontrar os animais na empresa quando iniciou seu estágio há um ano. “Eles levaram apenas uma semana para me aceitarem como membro da matilha. Foi uma espécie de quebra-gelo. Tirou aquela tensão normal de um emprego novo. Hoje são meus amigos e, sempre que possível, os alimento, os solto do canil, brinco com eles e os afago.”

Seu colega, Rene Gomes, da área de design gráfico, também é a favor da companhia dos animais. “Acho muito bom, eles nos distraem, são divertidos e podem ser um meio de combater o nosso estresse”. O chefe dele, Ed Coelho, concorda. “Como convivo com um gato em casa. Para mim é normal ter animais rondando minha mesa de trabalho.

 

 

 
 
Tom Raphael é mais brincalhão e adora abraçar os membros da LINK Team.

Nem todos, porém, se adaptam à presença canina. A jornalista MárciaBrandão trabalha há mais de dois anos na empresa, mesmo assim, ainda não se adaptou aos bichos. “Se eles estão em um ambiente eu nem chego perto. Morro de medo que eles me mordam. Sou a única a pedir que eles sejam presos para que eu possa entrar e sair da agência.”

Para Ágatha Barbosa, outra jornalista, “quando estamos ao telefone em conversa com alguma fonte ou com algum colega nas redações, os latidos de Bill e Tom prejudicam um pouco, até porque, mesmo sendo treinados, eles ficam enlouquecidos quando percebem outro animal na vizinhança, mas isso não se compara aos benefícios que eles trazem para a nossa alma”, compara.

Rodrigo Campos, assessor de marketing da LINK Portal, também se diz incomodado com o barulho de Tom e Bill, especialmente nas horas das conversas ligadas ao trabalho ou durante as reuniões, no entanto, ele admite que a companhia dos dois amigos caninos é gratificante na rotina. “Trazem harmonia e são dois companheiros que nas horas vagas nos alegram, ajudam a aliviar a cabeça, refrescar um pouco a mente para voltarmos ao trabalho. No âmbito mais empresarial, essa interação significa a prática da sustentabilidade que tentamos manter em nossa empresa.” 

Elaine Pereira, assessora da LINK Portal, diz que a presença dos cães funciona como uma terapia. “Num ambiente que requer concentração máxima e cumprimento de metas com prazos apertados e responsabilidades, esses ‘bichinhos’ tornam as coisas mais leves e animam o nosso cotidiano”, conta.

Ninguém na empresa, porém, é mais fã de Tom Bill, que a zeladora Euda Nascimento. A recíproca também é completamente verdadeira. Os cães choram ao recebê-la: “chego aqui aos sábados, o prédio vazio, tudo em silêncio, mas basta eu colocar a chave no portão de entrada, que ‘os meninos’ fazem a maior festa. Quase me derrubam, querendo me abraçar, me lamber, me cheirar. Permanecem o tempo todo me acompanhando, de sala em sala, até eu terminar o meu trabalho. Já pensou que tristeza se eu tivesse que ficar sozinha o dia inteiro?”. Pelo jeito esta parceria de sucesso vai continuar por muito tempo!